cheirando a guardado

o que fui guardando na memória do gostar ...

agosto 27, 2011

Regresso









Regresso
José Agostinho/Amílcar Cabral

(Cesária Évora e Caetano Veloso)


Mamãe velha, venha ouvir comigo
O bater da chuva lá no seu portão
É um bater de amigo
Que vibra dentro do meu coração

Venha mamãe velha, venha ouvir comigo
Recobre as forças e chegue ao seu portão
Que a chuva amiga já falou mantenha
E bate dentro do meu coração

A chuva amiga, mamãe velha
A chuva que há tanto tempo não batia assim
Ouvi dizer que a cidade velha
Que a ilha toda em poucos dias
Já virou jardim

Dizem que o campo se cobriu de verde
Da cor mais bela
Que é a cor da esperança
Que a terra agora  mesmo em Cabo Verde
É tempestade que já virou bonança




Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial

contador de visitas gratis
Tagesgeld Vergleich
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA